Vale a pena importar com o dólar tão alto?

A importação direta de produtos, principalmente da China e EUA, cresceu muito nos últimos anos e hoje é difícil encontrar algum consumidor brasileiro que não tenha feito pelo menos uma compra no exterior. E o principal motivo para buscar produtos lá fora é preço, pois como todos sabemos o Brasil é um dos países que cobram mais impostos no mundo e isso faz com que tudo aqui seja mais caro que na maioria dos outros países.

Mas se o principal atrativo das compras no exterior é o menor preço dos produto, e agora com o dólar na casa dos R$ 4 como fica? Ainda vale a pena importar dos EUA e da China? Como aqui no GuiaShop falamos muito sobre compras no exterior, hoje essa é a principal pergunta que rebemos dos leitores. E por isso resolvemos publicar esse post onde tentamos esclarecer as principais questões sobre esse tema.

Ainda vale a pena importar com o dólar tão caro?

A resposta para essa pergunta pode até ser surpreendente para a maioria das pessoas, mas a verdade é que o valor do dólar não influencia em quase nada com relação a valer a pena ou não a importação direta, calma que eu explico:

O motivo disso é até meio óbvio, pois os produtos que compramos no exterior são fabricados no exterior e tem seu custo em dólar, isso quer dizer que com o dólar mais alto os produtos nas lojas estrangeiras ficam mais caros para nós consumidores brasileiros, mas também esses produtos vão ficar mais caros no mercado nacional porque naturalmente os lojistas também vão ter que importar, pagar mais caro e repassar isso para o consumidor final aqui no Brasil. A menos é claro que você opte por um modelo nacional mais em conta ou até um produto falsificado, mas ai já é outra história, e certamente não é isso que queremos.

Hoje eu li uma matéria no site da revista Época com o seguinte título: Computador da Apple passa a custar preço de carro 0 km em loja brasileira, e isso é um bom exemplo do que estou falando, a pouco menos um ano o Mac Pro 6 core custava em torno de 3.600 dólares (praticamente o mesmo valor de hoje) nos EUA, e na loja oficial da Apple aqui no Brasil custava R$ 29.000, nessa época o dólar estava na casa dos R$ 2,50, seria que valia a pena importar?

Mac-Pro-

Confira na imagem abaixo o calculo feito no site tributado.net com custo total já com todos os impostos, e considerando um frete no valor de 300 dólares por FedEx Priority (existem fretes mais baratos).

Dólar a R$ 2,50
impostos-01

Notamos que a quase um ano atrás importar o Mac Pro diretos dos EUA sairia quase R$ 10.000 mais barato. É uma grande diferença, mas você deve estar perguntando e o custo do redirecionamento e as taxas do frete courier? Eu não inclui esses custos porque depende muito do tipo de frete e da empresa escolhida, mas certamente esse custo seria irrisório nesse caso, e ainda assim valeria muito a pena.

Mas e hoje com o Mac Pro custando R$ 37.000 na loja nacional e o dólar próximo dos R$ 4 será que ainda valeria a pena importar o Mac Pro? Vamos fazer o mesmo cálculo considerando a taxa de câmbio de hoje (R$3,80) e os mesmo 300 dólares de frete:

Dólar a R$ 3,80

impostos-02

Como é possivel ver na imagem acima com o dólar a R$ 3,80 o custo da importação aumentou em quase R$ 10.000, então não compensa mais importar? Na verdade é ai que notamos que quase nada muda, pois como o Mac Pro tem seu custo em dólar a Apple do Brasil obviamente teve que repassar esse aumento na mesma proporção e hoje o mesmo equipamento está custando quase R$ 37.000 na loja oficial brasileira, ou seja, quase os mesmos R$ 10.000 acima do custo total da importação direta.

É claro que esse é apenas um exemplo de um caso bem especifico mas serve para mostrar que ainda se pode economizar muito dinheiro comprando direto do exterior, mesmo com o dólar próximo dos 4 Reais.

Problemas que de fato estão prejudicando a importação direta.

Como vimos a cotação do dólar por si só não faz com que a importação de um produto deixe de valer a pena… Mas o fato é que com o dólar alto o brasileiro perde poder de compra, e isso sim atrapalha e muito a aquisição de produtos importados, e o resultado disso foi uma diminuição da entrada de encomendas vindas exterior no Brasil, com isso parece que a Receita Federal está conseguindo fiscalizar mais encomendas que agora dificilmente passam sem pagar imposto, principalmente as vindas dos EUA.

Para se ter uma ideia em fevereiro desse ano eu comprei um roteador da Asus na Amazon.com que veio em uma caixa relativamente grande e passou direto pela alfandega (veja aqui o artigo), e de lá pra cá não passou mais nada, mas mesmo assim todas minhas compras valeram muito a pena, porque sempre incluo o valor do imposto nos meus cálculos. Já as encomendas pequenas e baratas vindas da China com frete grátis ainda estão passando ilesas, mas até essas eu já tive algumas retidas nos últimos meses.

Sim vale a pena, mas agora importar requer mais atenção…

Um ponto importante que precisamos lembrar é que quando o dólar tem uma alta repentina, é provável que muitos lojistas brasileiros tenham em seu estoque produtos importados com preço antigo, assim durante um tempo possivelmente eles terão um preço mais competitivo e até menor que as lojas do exterior, mas isso é passageiro e logo eles também terão que reajustar seus preços, como foi o caso da Apple. Mas é claro isso só vale para produtos que encontramos no mercado nacional, no caso daqueles que só se encontra no exterior não tem jeito, ou paga mais caro ou espera o dólar baixar.

O fato é que, mais do que nunca, é preciso pesquisar bastante em lojas virtuais, físicas, grandes e pequenas, Mercado Livre enfim quanto mais pesquisar melhor, e depois de descobrir o menor preço no mercado nacional, pesquisar em lojas do exterior e fazer o cálculo dos custos da importação utilizando ferramentas como o site Tributado.net para calcular os impostos, e para calcular os custos do frete utilize as calculadoras dos serviços de redirecionamento como Shipito, Shopfans, MyVipBox  e aproveite para comparar os custos de cada um deles. Seguindo esses procedimentos você saberá com antecedência se a importação valerá a pena ou não, e não vai perder dinheiro.

Links úteis:

Importar da China: Dicas importantes para quem vai comprar em sites da China…

Exemplo de importação dos EUA: Headset Sennheiser PC 310 Gaming comprado na Amazon

Cupons lojas da China: https://www.guiashop.net/cupons-sites-eua

Cupons lojas dos EUA: https://www.guiashop.net/cupons-sites-da-china

 

Ficaremos felizes com seu comentário

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE